Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Só enquanto eu me lembrar de ti...

Preciso de uma vodka forte,
que me deixe alto e depois me derrube
com a cara no chão do teu quarto.

Pra vomitar saudades na tua cama.
Derrubar teu abajur (que não funciona).
Gritar verdades, acordar lembranças.
Desarrumar teu tapete e exigir uma dança.

Soluçar feito bêbado repetindo teu nome.
E assim, sem querer, querer que me ame.
Achar que tudo é como antes
Voltar no tempo por um instante.

E mesmo que a verdade venha com o dia seguinte.
E traga junto a ressaca sóbria e sem graça da vida.
Ainda assim, eu prefiro e preciso da vodka
E do chão do teu quarto.

Enquanto eu me lembrar de ti...

Nenhum comentário:

Postar um comentário